AS Notícias Online
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Boa madrugada - Itabira, domingo, 22 de setembro de 2019 Hora: 02:09

COLUNISTAS
Marcos Gabiroba e a crônica da semana "Passo a passo são as pessoas em nossas vidas"
17/06/2019

Amigos e ouvintes de nosso encontro semanal, como seria bom, sim, seria muito bom se tudo o que gostamos pudesse ser realizado como um passe de mágica, instantaneamente. Mas isso não acontece. Só podemos conquistar algo quando aprendemos a dar um passo de cada vez. É por meio de pequenos passos, firmes e repetidos, que vamos alcançar grandes realizações e vencer desafios.

Por isso é preciso tomar a decisão de dar o primeiro passo sem aguardar condições ou ideias; sem desistir no meio do caminho. Sabemos que existem riscos por parte de um trajeto ou projeto, como por exemplo, uma árvore cair, um vento pode ser contrário à nossa direção, um desabamento de um prédio mal construído, uma barragem pode desmoronar-se, mas é preciso começar a andar, dar o primeiro passo. É melhor sofrer uma derrota no caminho de sua pretensão, ou do empreendimento do que na paralisia da acomodação. Você já pensou nisso?

São Paulo em sua carta aos Gálatas diz àquela comunidade: “Não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos”; esta é uma lição que poderemos aplicar em nossa vida, pois o desanimo é o fim da picada. Comece a dar seus passos mesmo não sabendo até onde você conseguirá chegar. Caminhando você pode ter certeza que irá mais longe do que ficar parado no mesmo lugar, olhando o tempo, tentando imaginar se vai ou não cair uma tempestade, pois quem fica olhando o tempo e o vento não chega a lugar nenhum e não colherás o fruto do que imaginou ou plantou. Imagine amigo ouvinte querido de toda semana: se todo agricultor deixasse de plantar porque suspeita que a chuva não ira cair? Isso não acontece, ele planta, mesmo sabendo que as adversidades em algum momento vão chegar. E semeia, mesmo sabendo que, nem todas as sementes vão sobreviver. Ele sabe que quanto mais semear, maior será a possibilidade de uma grande colheita, não é mesmo? Assim, deve ser a nossa vida.

Precisamos aproveitar as possibilidades que estão diante de nós confiando em Deus, sabendo que Ele é o dono do tempo, que ama cada um de seus filhos e os auxilia em tempos de crise. São muitas coisas que podemos semear passo a passo, como por exemplo: uma realização profissional, um tratamento de saúde, a conquista de um título mundial de futebol, vôlei, basquete, ou até mesmo, acertar a mega-sena, mas a mais importante semente é a Palavra de Deus em seu coração. Ela precisa estar plantada em nosso coração e precisa ser regada e lançada nos corações das pessoas deste mundo, este ainda muito sedento das Graças de Deus. Pense nisso! Sonhos só se tornam realidade quando se acorda para a decisão, ou uma ação concreta.

Outras regras que podemos tirar proveito para nosso “modus vivendi” são as pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho. Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras apenas vemos entre um passo e outro.

A todas podemos chamá-los de amigos. Talvez, tal e qual a cada folha de uma árvore, podemos tirar comparações que caracterizem a um deles. Senão vejamos: o primeiro que nasce do broto, é o amigo pai e a amiga mãe. Mostram-nos o que é ter vida. Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça em nós. Daí em diante, passamos a conhecer toda família de folhas de uma árvore, as quais respeitamos e desejamos viver e conviver.

Mas o destino, sim, meus amigos, o destino nos apresenta outros amigos, os quais não sabemos, nem imaginamos que um dia iriam cruzar o nosso caminho. Já pensou nisso? Muitos desses denominados amigos do peito, do coração, sinceros, verdadeiros sabem quando não estamos bem, sabem o que nos faz sermos felizes... Às vezes, um desses amigos do peito estala o nosso coração e então, se mulher é chamada de namorada, ou simplesmente, minha namorada, não é mesmo?

Mas também há aqueles amigos que, por um tempo, talvez numas férias ou mesmo um dia ou num momento aparecem em nossa vida e essas costumam colocar sorrisos na nossa face, durante o tempo que estão por perto. Falando em perto, não podemos esquecermo-nos dos amigos distantes. Aqueles que ficam nas pontas dos galhos, mas quando sopra o vento, sempre aparecem novamente entre uma folha ou outra para comungar conosco os percalços inevitáveis, não é mesmo? O tempo passa rápido e ligeiro, o verão também passa, assim como o outono, a primavera e o inverno, tempos estes que se perdem algumas de nossas folhas. Algumas nascem numa outra primavera e outras permanecem por muitas estações, não é mesmo? Pense nisso, pois nossa vida material segue esse mesmo ritmo da natureza e transformações naturais, passo a passo e as pessoas em nossas vidas são iguais às folhas de uma árvore grande, frondosa, cujas raízes jamais se abalam.

Mas o que nos deixa mais felizes são as folhas que caem, pois continuam por perto, pois continuam alimentando a nossa raiz com alegria. As lembranças de momentos maravilhosos são também elos enquanto cruzam com o nosso caminho. “O fruto do justo é árvore de vida, e o que ganha almas é o sábio” (Provérbios 11-30).

 








INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2019. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.