AS Notícias Online alcantara
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Boa madrugada - Itabira, sexta, 21 de setembro de 2018 Hora: 01:09 18 ºC
Velocidade do vento: 6.44 km/h
Nascer do Sol: 5:44 am e pôr do Sol: 5:49 pm

COLUNISTAS
Marcos Gabiroba e a crônica da semana “Como se dar bem com os outros e fazê-los felizes?”
05/03/2018

Amigo ouvinte você conhece ou já ouviu falar na fábula sobre o sol e o vento? Se você já conhece, nunca é demais recordá-la. Caso contrário se nunca ouviu falar, eis uma oportunidade para sua meditação no dia de hoje.

Conta-se que o sol e o vento discutiam qual dos dois era o mais forte, o mais poderoso e que seria capaz de fazer com que os outros fizessem o que eles queriam. O vento tomando a palavra disse ao sol: “Provarei que sou mais forte e mais poderoso que você. Vê lá em baixo aquele velho de capote? Aposto que serei capaz de fazê-lo tirar o capote mais rápido do que você”. O sol, humildemente se recolheu por detrás de uma pequena nuvem e o vento começou a soprar violentamente sobre o pobre homem, quase como um furacão, soprando por todos os lados, levantando poeira e atormentando o pobre coitado. Porém, quanto mais o vento soprava e se enfurecia, o velho homem se protegia com o capote, segurando- o fortemente, apertando-o cada vez mais junto de si para se proteger do vento.

Depois de muitas investidas, muita violência para fazer o velho homem tirar o capote, o vento vendo que não conseguiria fazer o pobre diabo tirar o capote, desistiu. O sol, mansamente saiu da nuvem que o tapava. Sorriu, bondosamente para o velho que caminhava tranquilamente vestido com o capote. Novamente, de forma mansa e pacífica se aproximou devagarinho, sem violência, nem barulho, de modo amistoso, sem interferir no modo de caminhar do pobre homem e aos poucos o foi aquecendo. E eis que, imediatamente, o velho esfregou o suor do rosto e tirou o capote.

Esta fábula nos ensina que a gentileza, o modo amistoso é mais forte que a fúria e a violência. Ensina-nos também, que a melhor maneira de se dar bem com as pessoas é a aproximação amistosa, cordial e apelando pelo interesse pessoal da pessoa.

Quando você demonstra um interesse sincero pelas atividades, ambições ou problemas comuns de qualquer ser humano, você pode controlar sua atenção e seu interesse. Descubra e concentre-se no interesse pessoal de qualquer um e você terá uma influência crescente sobre ele ou ela (pessoa). O sol pode fazer com que você tire o capote da bondade, de uma aproximação amistosa, do seu interesse mais depressa que o vento e, com isso, pode fazer uma pessoa mudar de ideia mais rapidamente do que todo o barulho e ameaças que possam imaginar. Já pensou nisso? O sol com sua simplicidade, somente fez uso de sua prerrogativa, isto é, o calor, nada mais. A arte de influenciar pessoas, de levá-las a tomar decisões favoráveis, a concordarem com você num assunto qualquer, é apelar para o seu mais nobre interesse. O interesse pessoal.

Mas, intimamente você pode perguntar a si mesmo: “Como fazer as pessoas gastarem de mim?” Esse é o momento de suma importância em sua vida, isto é, lembrar, do célebre ensinamento do Mestre Jesus, quando nos ensinou, há mais de dois mil anos: “Amai o próximo como a ti mesmo”. Observe, entretanto que Ele não disse para amar o próximo e não gostar de você mesmo. É necessário que você se mantenha numa atitude de otimismo, falando as coisas positivas e sentindo-se feliz para os outros gostarem de estar perto de você. Este, também, é o momento de você jogar pela janela todo e qualquer sentimento de inferioridade ou inveja; seja você mesmo e aceite os outros como são. Cabe aqui uma pequena advertência: Não tente, nunca, jamais modificar os outros. Trate a todos como você gostaria de ser tratado. Aqui abro um espaço para lembrar, de um comerciante, hoje já falecido, de quem tive a honra de ser seu contador por anos a fio, quando me relatou, numa conversa informal: “como comerciante adoto um método para ser bem sucedido: sou atencioso com todos que se adentrarem em meu comércio. Trato todas as mulheres como se fosse minha mãe; todo homem como se fosse meu pai; toda criança como se fosse meu filho. Para com todos terei uma palavra de carinho e compreensão, indistintamente”. Resultado: a folha de pagamentos desse meu amigo e cliente tornou-se a maior de todos os demais meus clientes.

Quando você estiver tenso e preocupado, procure descobrir quais são as causas do problema ou problemas. Evite sair por aí reclamando, lamentando e jogando culpa nos outros. Já percebeu você caro ouvinte, que ninguém gosta de ouvir queixas e lamúrias. Você tem problemas, parabéns, é sinal de que você existe está vivo.

Todos nós temos problemas, graças a Deus. Um mundo, um ser humano sem problemas, não é um mundo. Um ser humano sem problemas não esta mais vivo. E sim, vive no paraíso.

Em minha vida pessoal, sempre escolho palavras poderosas, especialmente, as expostas pela Bíblia e de pensadores famosos que me motivem o espírito com muito entusiasmo, como se estivesse oferecendo flores de tal forma que realce a rosa, mas mantendo os espinhos na sombra. Cada manhã de um novo dia, procuro me levantar com uma provisão de bom humor, de uma vontade firme de satisfação íntima, graças a Deus. Pense nisso: se eu posso, você também pode, não é mesmo?

Pois fazer os outros felizes no mundo moderno é uma dádiva divina e uma escolha sensata, pois “quem não vive para servir, não serve para viver”, lembrando, de nosso inesquecível bispo diocesano dom Mário Teixeira Gurgel que, durante todo seu episcopado foi um exemplo de como se dar bem com os outros e fazê-los felizes espiritualmente, especialmente, os mais necessitados. Pense nisso também.








INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2018. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.