AS Notícias Online Barra Serviços e Manutenções
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Boa noite - Itabira, sexta, 25 de maio de 2018 Hora: 19:05 17 ºC
Velocidade do vento: 6.44 km/h
Nascer do Sol: 6:17 am e pôr do Sol: 5:22 pm

COLUNISTAS
Marcos Gabiroba a crônica da semana “Uma avaliação de nossa fé na corrida da vida”
02/01/2018

Amigos, já perceberam que em todo final de ano nos ocupamos com retrospectivas e perspectivas. Olhamos para trás e pra frente, lembrando-se das lutas e das conquistas. Avaliamos a nossa vida e projetamos nossa visão para frente. E em cima de nossos erros queremos então, cuidar para errar menos e acertar mais. Não podemos voltar ao passado e refazê-lo, mas podemos, sim, preparar o futuro. Na verdade, construímos o futuro vivendo o presente, pois ainda não podemos viver o que nos aguarda. Podemos e devemos viver, antes, o presente: Deus é agora! E é importante ter sempre em mente essa verdade: Deus é conosco! Vivamos o agora, com todas as graças que Deus nos concede. Cada tempo a seu tempo: o passado é memória e o futuro é uma espera. Portanto, andemos hoje na generosidade de Deus que se dá todo e de todo coração.

Mas, fim de ano é tempo de arrumar as gavetas de nossos sentimentos, ajeitar a nossa sala para receber o novo. Amanhã ele virá encher a nossa casa de vida, acordar nossas esperanças, preencher de entusiasmo nossos olhos...

Este último dia do ano remete-nos a reflexões bastante íntimas sobre a nossa vida. No conflito de buscas, significados e de sentido, o término de um ano nos questiona sobre o que concluímos e o que desejamos no ano vindouro. Não devemos nos ressentir pelo que não realizamos, mas agradecer pelo que vivemos. Não queremos uma vida que passa simplesmente, sem deixar marcas; buscamos, sim, o essencial para ela: ser felizes! Para isso, Jesus Cristo nos aponta o caminho: a felicidade está em viver o seu Evangelho que nos conduz ao coração de Deus.

O fim do ano sempre trás a oportunidade de fazer avaliações e balanços e de traçar metas para o novo ano. Ao avaliarmos o ano velho, olhamos pra trás procurando entender as experiências que tivemos nos caminhos que o Senhor nos permitiu andar e as lições que podemos aprender com cada situação. Quando uma empresa faz o balanço no final do ano, o resultado pode ser positivo ou negativo; pode resultar em lucro ou prejuízo. Assim também é a nossa vida. As experiências de tivemos neste ano que passou podem-nos ter levado para mais perto de Deus, nos ajudando a crescer e amadurecer, a abençoar nossa família, nossos amigos e colegas, mas podem também ter-nos dado prejuízos. Talvez em algumas experiências crescêssemos espiritualmente e fomos uma bênção para os outros. Com outras, talvez não soubéssemos lidar e perdemos a oportunidade de crescer e amadurecer e não fomos um instrumento de Deus para abençoar os outros.

 No entanto, é importante aprender, até mesmo com os nossos erros. Um erro pode ser uma experiência positiva e aprendemos como não se deve fazer algo. Infelizmente, nem sempre temos a habilidade e a humildade de aprender com os nossos erros. É muito mais comum tentarmos justificar-nos ou encontrar um culpado para nossos fracassos. Só que, se fizermos isso, não aprendemos nada com o erro, e a tendência é repeti-lo na próxima vez.

Nas leituras bíblicas encontramos aquele trecho em que os irmão de José tiveram uma oportunidade de avaliar o que fizeram no passado. Foi um momento muito difícil para eles. Se tivessem aprendido a lição antes, Deus não precisaria ter falado tão duro dessa vez. Uns aprendem pelo amor; outros só aprendem pela dor. Por isso, aproveite meu irmão, minha irmã, caros ouvintes este fim de ano para avaliar o que passou e corrigir os erros, antes que seja tarde. Hoje nós podemos nos avaliar. Um dia Deus nos avaliará. Hoje Jesus é o nosso advogado; um dia Ele será o nosso Juiz. Pense nisso.

À guisa de exemplo simples, lembremos que a corrida de São Silvestre que todo ano acontece em São Paulo é realizada dede 1924. É uma corrida difícil, que exige muito treino. Atletas do mundo inteiro preparam-se durante meses para este evento tão importante no mundo dos esportes. Atletas profissionais em geral precisam estar em constante preparo para suas competições. Assim que terminam uma corrida ou um campeonato, logo, logo começam a se preparar para novos desafios.

Talvez você não seja um atleta profissional, como eu também não sou, mas o fato é que todos nós estamos numa grande corrida, isto é, a corrida pela vida. Estamos terminando a etapa deste ano, e dentro de algumas horas estaremos começando uma nova corrida – o novo ano que vai se iniciar.

O novo ano, 2018 que já bate às nossas portas pedindo passagem, também é uma corrida que vale para todos, não apenas para atletas. A primeira lição que podemos tirar de nosso encontro de hoje é que temos muitas testemunhas. Sempre há pessoas nos observando em tudo que fazemos, e na vida cristã não é diferente. Muitos não correm conosco, no entanto, observam se os corredores obedecem às regras, não é mesmo? Também temos que largar tudo o que nos pode atrapalhar na corrida – deixar os pesos de lado. Dentre os atletas, não vemos ninguém correndo com pedras nos bolsos. Isso atrapalharia bastante. Precisamos abandonar tudo o que desagrada a Deus para que a corrida possa ser bem sucedida.

Por fim, temos de ter perseverança, pois durante a corrida surgirão dores, mas mesmo com elas precisamos chegar ao fim. No desenrolar do próximo ano, as dores virão, mas com isso aprendemos mais uma importante lição: olhar para Jesus, pois Ele sabe o que é sofrer. Ele suportou a dor e a vergonha da cruz para que pudéssemos ser vencedores na corrida de nossa vida. FELIZ ANO NOVO!








INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2018. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.