AS Notícias Online
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Bom dia - Itabira, domingo, 19 de agosto de 2018 Hora: 08:08 15 ºC
Velocidade do vento: 11.27 km/h
Nascer do Sol: 6:12 am e pôr do Sol: 5:42 pm

COLUNISTAS
Marcos Gabiroba e a crônica da semana “Pentecostes ainda é uma realidade no meio de nós?”
22/05/2018

Amigos e amigas fala-se muito hoje em dia em questões espirituais, tentando-se adivinhar o “lado de lá”. Não são poucas as revistas, os livros e as novelas que tratam frequentemente deste assunto. No entanto, quando a Bíblia fala do Espírito, ela não se refere a qualquer um, mas ao Espírito Santo, e por isso é importante ter uma ideia clara a respeito de quem ele é o que faz.

Nas leituras bíblicas deste fim de semana nos ajudam neste propósito. Jesus conversa com seus discípulos sobre aquele que ocuparia o seu lugar porque o seu tempo na terra estava acabando. Ele se apresenta a seus discípulos “no primeiro dia da semana”, portanto, num domingo, após a sua Ressurreição; este é um dos sinais que o evangelista utiliza para indicar que uma nova criação está acontecendo.

Em Jesus Ressuscitado se fazem novas todas as coisas. O medo dos discípulos, trancados em si mesmos e presos ainda ao “homem velho”, se transforma em ânimo e coragem. A Paz oferecida por Jesus com o Dom do Espírito Santo renova a vida de cada um. Pentecostes é também, para nós, esperança, renovação e vida nova na certeza de que, no Ressuscitado, o temor, a tristeza e a dor não têm mais vez. Ao mostrar as marcas dos cravos nas mãos e pés, Jesus recorda aos discípulos que esta vida nova é fruto de dura conquista, de doação total e serviço por amor aos irmãos.

Os discípulos estavam fechados e com medo. É esse o efeito do medo quando suplanta a esperança e a fé... Na nossa vida cotidiana, também nós, como os apóstolos fechamo-nos em nós mesmos, somente com nossas ideias, preconceitos e saudosismos. A ação do Espírito Santo, antes de tudo, promove a Paz! É este o anúncio de Cristo, “a paz esteja convosco”, mas não uma paz que se faz sentar e esperar, mas a paz que supera o medo e a angústia, aquela que dá força para lutar, para superar toda adversidade e todo medo.

Iluminados pela consciência de que Deus é sempre companheiro, os discípulos reencontram sua força, agora renovados. O Espírito Santo em nós, o próprio Deus presente e atuando é quem nos faz agir. Ele é motivação e inspiração, mas a ação precisa ser do discípulo, de cada um de nós. Vinde Espírito Santo, faz-nos agir.

Jesus sempre nos apresenta o Espírito Santo como o Consolador que estará conosco por toda eternidade. Pense nisso.

“Dentro deste espírito e raciocínio, podemos constatar que é o Espírito Santo que nos torna construtores da Paz. A Paz de Deus não a paz dos homens, esta que nos conduz à violência do mundo moderno. A Paz de Cristo é uma Paz de amor, de fraternidade e de um novo caminho do Entendimento, da Sabedoria da Ciência, da Fortaleza, da Piedade, do Conselho e do Temor a Deus e pacificação que gera amor e unidade entre irmãos e para com toda obra da criação”. A paz dos homens só gera conflitos, divisões e desentendimentos, que no A.T. está simbolizada e identificada na Torre de Babel. Pense também nisso.

Amigos e amigas a paz se revela em nós quando oramos com fé e confiança: “Amemos a doçura da paz, e voltemos à concórdia com toda pureza e sinceridade do coração, imitando Aquele que tudo pacificou por seu Sangue, que é verdadeiramente a paz e que reconciliou consigo todas as coisas”. ”É a Paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os nossos corações e as nossas inteligências em Cristo Jesus, Nosso Senhor (Fl. 4, 7), a quem seja dada honra e glória, nos séculos dos séculos. Amém”.

Jesus avisa seus discípulos das coisas que lhes acontecerão e os prepara para que as perseguições e o martírio não lhes causem surpresa. Uma existência tranquila e apreciada pelo mundo não faria parte da vida dos cristãos. Mas o fato de que o Espírito Santo seria enviado para ajudá-los, incentivá-los e trabalhar com eles seria de uma força e coragem. O Consolador estaria para sempre com eles, tornando o seu testemunho poderoso e eficaz.

Contudo, observamos, ainda hoje que, apesar das adversidades e aflições que a vida muitas vezes nos proporciona, os Dons do Espirito Santo e a intimidade com Cristo nos asseguram paz no coração. Não tenhamos medo. Jesus venceu todas as coisas para nos ajudar a enfrentá-las – e o seu Espírito nos acompanha até hoje, lembrando sempre: “vida que faz sentido é aquela guiada pelo Espírito Santo”.

Para finalizar nosso encontro de hoje lembremos sempre no nosso dia a dia as palavras de São Tomaz de Aquino quando expressou: “Toda verdade, independentemente de quem a diga, provém do Espírito Santo”. Pensem nisso.

 








INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2018. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.