AS Notícias Online
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Boa madrugada - Itabira, domingo, 22 de julho de 2018 Hora: 01:07 15 ºC
Velocidade do vento: 6.44 km/h
Nascer do Sol: 6:26 am e pôr do Sol: 5:33 pm

POLITÍCA
Rodrigo Pacheco diz que novo governador precisa liderar Minas Gerais
06/07/2018

O Deputado federal Rodrigo Pacheco (Democratas), pré-candidato ao governo de Minas Gerais, afirmou nesta quinta-feira (5), em Janaúba, ser fundamental que o novo governador, que comandará os destinos dos mineiros a partir de 2019, torne-se “catalisador das forças políticas” de Minas para que o estado volte a ser protagonista no plano federal.

“O governador do estado de Minas Gerais tem que ser o catalisador das forças políticas, ele tem que liderar o processo no qual Minas passe a ser ouvida nas grandes decisões do país. Liderar esse projeto junto ao governo federal é tarefa do governador de Minas”, declarou.

Pacheco afirmou que falta diálogo e prestígio ao atual governador perante a União.  O pré-candidato atribuiu ao governo do PT ‘uma total falta de planejamento” para tirar Minas da sua “pior crise’. Cenário, segundo ele, também fruto da política polarizada que governou o estado nos últimos anos e não conseguiu um alinhamento com o governo federal para que os recursos chegassem de maneira efetiva ao estado.

“Além de liderar esse processo, o governador do estado precisa buscar alinhamento no plano federal, independentemente de quem seja o presidente da República. Chega dessa divisão de PT contra PSDB, chega dessa divisão de esquerda e de direita. O Brasil precisa de unificação, e nesta unificação, Minas Gerais precisa estar presente, na figura do governador, para que os recursos, historicamente represados por essa constante falta de alinhamento, sejam liberados para o estado”, avaliou.

Rodrigo Pacheco reafirmou a sua pré-candidatura ao governo mesmo diante de, conforme ele, tentativas de “oligárquicas e caciques mineiros” em demovê-lo desse projeto.

“Se eu não tivesse uma confiança, uma segurança, uma convicção de que somos capazes de colocar Minas nos trilhos, de regularizar os pagamentos aos servidores, aos municípios, eu sequer me candidataria, mas a responsabilidade nunca me faltou”,  afirmou Pacheco.

Por fim, o pré-candidato disse ter receio do que virá pela frente com o comando petista no estado.

“Não quero imaginar o que irá acontecer nesse próximo semestre, quando passadas as eleições, porque nem em período eleitoral eles estão cumprindo com o básico, imagina quando sofrerem uma derrota rotunda nas urnas”, vislumbrou.

Assessor de imprensa: Alex Capella








INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2018. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.