AS Notícias Online
HOME ESPORTE GERAL POLÍCIA POLÍTICA EMPREGOS MULHERES AGENDA COLUNISTAS FOTOS VÍDEOS CONTATO
Boa noite - Itabira, quinta, 16 de agosto de 2018 Hora: 18:08 20 ºC
Velocidade do vento: 17.70 km/h
Nascer do Sol: 6:14 am e pôr do Sol: 5:41 pm

POLITÍCA
Qualificação profissional – Central de autônomos do Sine é referência para empregadores itabiranos
08/06/2018

Em abril deste ano, a Prefeitura, por meio do Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Itabira, promoveu um curso de qualificação profissional para diaristas e criou um banco de referência para quem precisa deste serviço.

Com o objetivo de ampliar as oportunidades de trabalho para a categoria, o curso, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) de Minas Gerais, abordou temas como marketing pessoal, ética, relacionamento interpessoal e qualidade, saúde e higiene, além dos deveres e direitos do trabalhador, previdência social e Microempreendedor Individual. Foram três dias de aulas, totalizando nove horas de carga horária e certificado para as diaristas.

Em seguida, de acordo com Cristiano Menezes, coordenador do treinamento, as profissionais foram cadastradas na Central de Autônomos do Sine, “que serve para intermediar a mão de obra de diversos profissionais. No caso do Sine Itabira, das diaristas que atuam como faxineiras”. Neste banco, segundo ele, constam as 20 diaristas certificadas pelo programa. “Desse total, três já prestam serviços contínuos a partir do nosso encaminhamento”, destacou o coordenador.

As profissionais cadastradas nesta central são escolhidas de acordo com a região do empregador e o valor da diária foi estabelecido em R$ 80 para apartamento e R$ 100 casa, acrescentando ainda o valor do transporte público. O período da diária é das 8 às 17 horas. “Nós enviamos um prestador que mora próximo ao local de quem solicitou o serviço. Lembrando que todas as profissionais apresentam a carta de referência do Sine. Além disso, elas usam material de segurança para trabalhar, como por exemplo, botas e luvas”, explicou Cristiano Menezes.

Depois do serviço prestado, segundo ele, a equipe do Sine entra em contato com o empregador para realizar uma pesquisa de satisfação e, também, efetivar seu castrado no banco de dados da agência. “Ligamos no dia seguinte para saber como foi a diária, se aconteceu alguma coisa errada, se tem elogios etc. Porque precisamos colocar todas essas referências no sistema e, caso, a profissional não corresponda às exigências, ela tem que ser excluída do cadastro”, ressaltou o coordenador. Cristiano Menezes explicou ainda que as profissionais ficam cadastradas no Sine durante um ano, já que a intenção da Sedese é a de garantir que nesse período elas possam fazer a sua própria clientela, dando assim oportunidade para que novos autônomos possam ingressar no banco de dados da agência.

Saiba mais

No mês de maio, a Central de Autônomos do Sine recebeu 19 solicitações de faxina tanto para empresas, como domicílios. Quem também precisar de diarista pode solicitar ao Sine, por meio do telefone: 3831-5188.








INFORMAÇÃO COM RESPONSABILIDADE! Whatsapp: (31) 9 8863-6430
E-mail: contato@asnoticiasonline.com.br
AS Notícias Online 2018. Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvedor: SITE OURO

Copyright © 2017 - AS Notícias Online - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.